sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Odeio toda a energia positiva que essa época do ano desperta nas pessoas. Derrepente, todo mundo fica bonzinho, todo mundo acredita num futuro melhor, que algumas fantasias são capazes de transformar vidas, num ano com maiores conquistas, com mais dinheiro, etc. Ninguém pensa em melhorar em julho, em agosto. Ninguém perdoa ninguém em outra época do ano, a não ser em dezembro. E na última semana de dezembro.

2010 foi bom pra mim. Eu melhorei significativamente dessa droga. Ainda falta muuuito, mas com o tempo tudo se ajeita e as recaídas ficam menos frequentes e menos intensas, eu acho. Foi bom ter meus amigos, foi bom ter o N. Dia 1 de janeiro completamos 1 ano já. Foi bom tudo o que fizemos juntos, tudo o que conversamos, todas as broncas que ele me deu. Não sei se foi bom pra ele também, mas eu me esforcei o máximo que pude pra fazer ele feliz tanto quanto ele me fez. Claro, eu sei que uma hora vai perder a graça, ou a falta de tempo será maior, e então vai cada um para um canto. Vou ficar broxada por alguns dias, até conhecer outra pessoa, etc etc etc. Sou bem realista com relação a isso.
Não estou esperando nada de ninguém, nem de qualquer outra coisa, porque SEMPRE que nos empolgamos e esperamos, ansiosos, por determinada coisa, é decepção na certa! E quanto mais se espera, maior a decepção. Então, não tenho nenhuma grande expectativa sobre 2011, assim como não tive sobre 2010 que foi um ano bom, no geral. Claro que alguma esperança todo mundo que faz a contagem regressiva para as 00hrs do dia 1º acaba criando. É exatamente como começar um caderno novo. Aquelas folhas branquinhas, você se dispõe a escrever com a letra mais bonita que conseguir. E é o que você faz. Mas uma hora acaba cansando de se esforçar tanto. Afinal, que retorno você tem? As vezes nenhum. Então é melhor terminar esse caderno de qualquer jeito, que no próximo você faz letra bonita até a última folha. É sempre assim...

Sei que para muitas, sentar-se na mesa da ceia de hoje será um inferno. E não tenho nenhum conselho sobre isso, porque confesso que não me imagino nunca mais conseguindo fazer duas coisas ao mesmo tempo: comer e dar risada. Mas é melhor tentar. Nem que seja só para dizer que tentamos.

Foi bom ter vocês por mais um ano. Muitas sumiram, e apesar de, isso sempre me passa a ideia de recuperação. Esse deve ser o lado bom.

Amo tooodas!

13 comentários:

Pucca disse...

Sua postagem foi a melhor forma de dizer o que sinto. Espero que em 2011 voce melhore mais ainda!
Beijocas!

Cristal* disse...

Não sei se ainda te lembras de mim, sou uma das que sumi e apareci de novo. Eu sinceramente não espero nada de 2011, como não esperei de 2010, que o natal me faz triste, não me torna mais feliz isso é verdade, mas é uma das épocas em que devemos ser mais fortes.
Bom ano novo.
Bjinho

D* disse...

Queria, depois de tanto tempo de ausencia finalmente voltei.

Saudades. <3

Cinderela disse...

Nossa, eh realmente assim que faço no ano!XS
Eh pra mim foi estranho comer e rir ao mesmo tempo :(
Bjaum

Nico Robin disse...

Meu 2010 foi tão bom, quanto foi péssimo, era loucura um dia eu chorava de raiva, no outro era só sorrisos...

Saudades,

Meu blog antigo era o "rô' agora é Nico Robin

Nico Robin disse...

Voltei, tem como pedir para Pucca me adicionar denovo...Saudades dela!

perdoa a liberdade...

Barbie ♥ disse...

Eu tenho a mesma sensação sobre o início de um novo ano! É assim mesmo, o caderno novo! Acho reconfortante.
Espero que 2011 realmente seja bom pra você! =)

Feliz ano novo! :D


PS: voltei! (:

Gabii disse...

Gostei do blog =)
Tô seguindo

Lollipop disse...

Como um caderno em branco... espero que o teu se encha cada vez mais de sorrisos (:

Feliz 2011
<3

Marcy! disse...

:)
Concordo.
A única coisa que queria dizer, é que a verdade é que até podemos manter a letra mais bonita do mundo, fazer tudo no maior capricho, isso nos renderá elogios, um bom desempenho, notas altas, mas mesmo assim, sempre haverá uma folha amassada, rasgada, e no final do ano o caderno pode estar meio abatido, mas vai servir pra alguma coisa.

Ramona disse...

"Ninguém pensa em melhorar em julho, em agosto. Ninguém perdoa ninguém em outra época do ano", então, santo seja dezembro, santo Natal! Pelo menos temos uma época para esperanças, porque é duro passar o ano naquela porcaria toda!
Por isso, que venha o ano novo, vida nova, novos planos, novas motivações!

Ana'Queiroga disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Uma outra vida inexplicavel disse...

por favor vai no meu blog,dexa comentario se puder: http://desabafodeumdiadechuva.blogspot.com.br/. Meu msn é: meliearhart@hotmail.com. Me ajuda por favor