segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Creme de Frutas

Minha mãe saiu hoje, e eu fiquei sozinha em casa! (Viva! Viva!)
Ela me pediu pra fazer um creme de frutas, e precisei ir comprar as frutas.
Até ai tudo bem. Fui no mercado, tava lá no fundo pegando as frutas e outras coisas quando... Adivinhem quem eu vi? Sim. Meu professor. Aquele psicologo, que tinha conversado comigo e que eu já falei dele em uns três posts aqui. Vocês devem estar se perguntando: E o que é que isso tem de tão anormal? Eu explico. Acontece que eu sou muito boba, e quando vi ele, foi como se tudo o que ele tinha me dito à tempos atrás passasse derrepente na minha cabeça. E já sabem, o desespero e a vontade de chorar, de gritar começam. Fiquei esperarndo ele ir lá pro fundo pra eu poder ir lá pra frente. Eu tava toda perturbada, "Será que ele me viu? Será?"... tanta perturbação pelo fato de... todo tipo de embalagem que eu pego na mão, eu tenho a terrivel obseção de ver a tabela e calorias e gorduras. Será que ele viu eu fazendo isso? oO'
Voltei pra casa, e... chorei. Chorei igual criança quando tem alguma dor. É, aquilo tava mesmo doendo. Por que que eu não posso lembrar do meu passado sem chorar? Quando lembro de quando eu era criança e feliz sinto falta, e choro por saudades e medo de que eu nunca mais vou poder ser feliz como era antes. Quando lembro de quando começou a ana, a mia, o cutting, etc... choro por tristeza mesmo, e por culpa e arrependimento talvez. Se eu tivesse a oportunidade de voltar atrás, pelo menos três ou quatro anos, eu iria aproveitar cada momento, e fazer o possível e o impossível pra não entrar nessa dinovo. Lamentações não adiantam.
Bom, o mais estranho disso, é que ontem antes de dormir, eu tava pensando.. em tudo o que me disseram, tudo o que fizeram por mim, na minha santa ignorancia, nos meus amigos e... nesse professor. Até quando lembrei das coisas que ele me disse... e lá foi eu chorar dinovo. Parece que de alguma forma, algo me avisou que eu ia ver ele hoje.

Macacos cutting's...
Parece piada, mais eu tava vendo uma reportagem na record sobre macacos que trabalhavam em circos, eram maltratados, e depois acabaram sendo abandonados... e um abrigo recolheu eles. E lá contando a história de cada macaco, um com os braços todos marcados, as pernas. "Esse macaco aqui, o 'fulano', por causa da pressão do público começou a se mutilar. E hoje aqui no abrigo está melhor".
E eu olhando pra TV assim: Ô.Ô
Por sorte, muita sorte que ninguém estava por perto.
Ok, falando em mutilar, eu nem contei mais nada, nada mesmo dos meus cortes aqui no blog, por que toda vez que eu começo a falar deles me sinto fraca e inutil. Mais lá vai:
Dia 07, segunda-feira... eu fiz três belezinhas no tornozelo (por que ninguem fica olhando pro seus pés) e é nos tornozelos ou em qualquer outro lugar que a roupa possa cobrir que eu tô aliviando as dores da alma.
Aqui no MSN, contei pra uma migana, que foi lá e se cortou também. Dificil de escrever o que eu senti quando ela me mostrou a foto do que ela tinha acabado de fazer, simplesmente por mim. Seja lá o que foi que eu senti, era bem mais forte do que arrependimento.
Na terça, eu e meus pais fomos na casa da minha tia.
Minha mãe estava sentada no sofá, e eu coloquei os pés no colo dela. Ahhh... mais pra que? Na hora ela já olhou e falou: "O que foi que você fez aqui?".
Puxei a perna rapido, e falei "Nada!", no impulso e no susto. Eu sabia que ela não ia nem falar nada naquela hora por que minha tia tava perto e tals.
Ahh.. mais quando chegamos em casa, foi a primeira coisa que ela perguntou.
- O que é isso ai?
- Aff mãe, foi depilando a perna ontem.
- Foi mesmo? (Ela disse com os olhos brilhando ¬¬)
- Foi caramba.
E comecei a falar abobrinhas e xuxus, enrolando. E acho que ela acreditou.
Hoje, chega meu pai com um papo muito suspeito, com uma biblia na mão falando coisas que eu nem sei o que significam.
Mas, dizia ele que não devemos nos entregar para os problemas, que temos que encarar eles de frente, nunca nunca abaixar a cabeça... e ter deus.
Olhei pra ele com cara de sarcastica e assustada e falei: O QUE FOI QUÊ EU FIZ PAII????
a resposta foi: "Nada, tô falando pra você não fazer".

12 comentários:

Guga Coelho disse...

Olá! Td bem?
Acabei de visitar vários sites, blogs e comunidades Pro-ana e acabei parando aqui, no seu. Aiaiai essa rede é uma loucura.

Seguinte, acabei de passar pro Mestrado e venho pesquisando "sub"culturas juvenis que na sua própria potência protagonista denuncia a incapacidade de qualquer moral em regrá-las. São construtoras de novas lógicas, onde a sociedade extremamente conservadora brasileira não consegue responder a não ser através da incapacidade já comum - a resposta reacionária.

A potencia protagonista das Pro-ana, realmente me encanta.

Bem.. gostaria muito de conversar. Se puder, me add no msn: gustavobateracoelho@hotmail.com

Muito Obrigado. Aguardo ansioso!

Arte, filosofia e um pouco de esquizofrenia disse...

Sobre seu post... juro que nessa primeira parte eu chorei!
Sim, chorei pelo que eu já fui, pelo que eu jamais vou ser, chorei pela minha felicidade que eu abandonei e que dificilmente vou alcançar, chorei por estar me destruindo a cada dia...
sei EXATAMENTE como vc se sente anjo!!!

Olha, sobre se cortar, eu não sou exemplo pra ngm, pois costumava me cortar, mas tem um tempo que eu já não faço isso, pois tenho marcas horripilantes no braço (quando vc entrar no msn te mostro), seja forte e descarregue sua raiva e tristeza em algo que não tenha tanto valor quanto vc ok bonita?
=)

Bjão e fica firme!!!

ps: concordo com seu pai.

Marcy! disse...

Saudades da infância...
De brincar sem ligar pro seu corpo, de correr por aí, de aproveitar mais a vida com toda inocência...
Sinto falta...

Eu ando me segurando pra não me cortar sabe, tenho conseguido me segurar.
Torço pra que tu consiga também, afinal, estamos estragando nosso corpo né, e com consciência disso... mas nós sabemos como é quando a vontade incontrolável vem, como se fosse por castigo, ou pra ver se com a dor na pele esquecemos a dor na alma...
CONSEGUIREMOS SUPERAR!

Abraçossss!
Boa semana!

DramaGirl disse...

Olá! Obrigada pelo comentário :) Vou ler o teu blog e depois comento, ok? ;) Beijinhos

Pretty in Punk disse...

Poutz, que brecha vc deu com a sua mae hein? Caracas...
Sobre o negocio do macaco, isso deve ter funcionado como uma valvula de escape, assim como funciona com vc!
Sei la, tem gente que desconta a ansiedade e os problemas na comida - e ainda bem que nao eh o seu caso neh? ^^
Agora, só a minha opiniao, sera que nao tem como descontar a raiva de outro jeito? Socando alguem, seila...é que nao consigo entender, nem imaginar como alguem consegue se cortar,morro de aflição só de pensar.
Espero nao estar enchendo o saco =P
beijos ^^

Anna Junkie disse...

Oi querida.

É, você realmente não é a única que chora ao lembrar do passado. Vira e mexe eu lembro de como era a minha vida à 5 anos atrás e realmente, choro muito. Mas enfim... já que não temos como voltar, temos que apenas aprender a suportar a dor. =/

Esse creme de frutas deve ser gostoso ^__^


Beijos! ;***

Menina disse...

Vamos esquecer o passado e ir em frente. Digo o mesmo para mim todos os dias.

AMEI A NOVA CARA DO BLOG.

Bjos miga

my.bloody.hell disse...

Saudações..

olha eu naum tenhuh mia nem anah, + sobree sentir se triste e soliznhah, sei mt bem oq é isso, é bem paia.. sobre se cortar, eu ja faço isso há kuase 1 ano, é bem dificil prah mim, tentei parar mais é + forte q eu, num momento de desespero eu apelo msm é para a dor, depois eu me sinto mt mal.. td oq eu queria é nunk + acordar, é essa dor ir embora, + elah nunk vai.. eu at ja me acostumei a ser triste, mas sozinhah é fodah, euu agora estou tentando ser alegre e td, nossa, é + dificil do q eu penseii..

..leio o seu blog sempre qnd tm post novos.. fico mt emocionada.. ^^ desejuh q vc consiga oq quer, ai td o seu sacrificio seráa recompensado pela td a dor q vc passou.. ...

bjs sangrentos

Princess disse...

Oláá :)
Tô com endereço novo, me add ?
http://theperfect-body.blogspot.com/

O outro tava dando problema.

Amor, tô achando vc mto mal :/
Sério mesmo, fico triste com isso.
Tenta fazer coisas pra se distrair, não ficar tão fixada na Ana. Isso tá te fazendo mal.
Qualquer coisa se precisar to aki.

Beijos

Pretty in Punk disse...

Gostei do blog novo =P
Serio, vc aguentava fazer exercicio assim? caracas....eu parei pra pensar e vi que desconto a minha raiva na tricotilomania (arrancar os cabelos). Cada um resolve de um jeito neh?
Beijos, boa semana pra vc!

ana_forever disse...

pois é....eu tbm tenhu saudades de meu passau, akela menina k foi "gordinha" mas k era FELIX e k a kada momentu soltava gargalhadas e sorrisos...que era issu de preconceitu, belexa, gordura?... na minha kabexa n existiam nãum......e hoje, k akontexeu a esta menina?....pois é, mas n vale a pena lamentar, o tempu n volta atras....migah, tenhu pena...pois n gostu de ver ninguem soffrer, pk se uma pessoa k admira choru, eu choru com ela tbm.....pk toddos "vos" sois 1pedaçu de mim......

Miga, anima-te e pensa "amanha o dia vai ser melhor"

FORÇA, se kiseres adiciona-m

ana_forever disse...

ahhh.....me eskexi.....n percebi, essa du cortar...pk fex issu?...resolveu seus problemas?...aah miga, n faxa issu, issu deixa markas horriveis.

té mais