sábado, 5 de abril de 2008

E hoje eu tinha saido, pra emplastificar uns livros da escola. Quando volto, meu (super) tio estava em casa, querendo conversar comigo. Tá certo, já saquei. Eu podia ler nos olhos dele que minha mãe havia dito algo sobre os cortes, ou algo do tipo.
Ele me abraçou. Começou a perguntar: "Que negócio é esse de gilete?". De um jeito tão calmo, ele até tremia. E eu nem se fala, chorando tudo o que tinha ficado preso durante muitos dias aqui. Finalmente saiu.
Ainda estou sem entender como foi que eles acharam a gilete. Ela ficava dentro de um ursinho de pelúcia. Parece até que alguém contou. Só que ninguém sabia.
Ele disse o quanto me ama, o quanto sofreria se eu fizesse algo ruim, o quanto sofre em me ver assim.
Tem alguma coisa te perturbando? (Tem, mais não posso dizer) Eu queria poder falar, mais não posso, não posso.
Eu sinto, eu vejo que tem algo do seu lado. Tem algo te perturbando? (Não, não posso dizer) Eu só respondia em pensamento. Só chorava.
Porque você faz isso? Me ajude a entender. Você tem tudo, é linda, tem uma família que te ama, é inteligente, é uma violinista maravilhosa. Falta alguma coisa pra você? Pra que fazer isso? (Ninguém nunca entenderia)
Tantas pessoas doentes, com câncer, que não andam, pessoas passando fome, mais você tem tudo.
(Susurro) - Eu não posso mudar o mundo.
Pode, você tem um poder enorme e ainda não percebeu isso. (Eu sou vazia. Nunca mesmo que vou ter algum poder em mim)
Você quer fazer seu pai sofrer de novo? Ele já perdeu uma filha, você sabe o quanto ele sofreu. Sua mãe, ela nem dorme bem por causa dessas coisas. (A vontade que eu tinha era de gritar, de sair correndo)
Pout'z, recebi um convite pra ir em uma igreja até.
- Não eu não vou. - Você acredita em Deus?
(Susurro) - Não acredito mais.
Foi mais ou menos assim. Durante uma hora.
Ele queria saber se tem algo que me perturba, se tem vultos. Respondi que tem.
Sim. Eu sei que tem. Eu sei (pelo menos acho) que vejo. Eu sei que eles me dizem algo. Eu sei que eles me ouvem. Mais prefiro não acreditar neles.
Poxa, eu juro que não sou louca.
Faz um tempo já que essas 'coisas' tem aparecido por aqui. E na boa, eu nunca acreditei, nunca tive medo deles. Apenas receio.
Coisas caindo, se mexendo, barulhos estranhos, sonhos. Antes de alguém conhecido morrer eu ouço o barulho de uma pedrinha cair e quicar no chão. Bem forte. Depois, quando vou procurar a pedra nunca encontro nada. Pra uma tia minha pisca uma luz, quando algum conhecido vai morrer.
Utimamente eu tenho tido umas crises de falta de auto-controle. Falta de ar, inquietação, desespero, vontade de me cortar e isso é muito estranho e forte. Impossível de controlar, ou eu me corto ou eu me corto. Digo impossível por que eu bem que já tentei não o fazer, e o resultado: O que me aparecia na frente eu quebrava e ficava gritando pra mim mesma igual uma louca. Se alguém falasse comigo, eu gritava, chingava, respondia.
Ontem mesmo eu espanquei um colega na escola, por que ele soltou e bagunçou meu cabelo. Depois fiquei pensando, "Pow, isso foi idiota". *Sensação de que: EU NÃO FIZ ISSO*
Algo faz por mim.
E quanto ao meu tio... Sei lá.
Sei que ele ficou preocupado, e também sei que ele acha que isso é simples e ridiculo. Todos acham isso.
"FAÇA SEMPRE O CONTRÁRIO DO QUE ESSA 'COISA' TE PEDIR. SEMPRE O CONTRÁRIO". "Se ela quiser que você fique em casa, saia. Se ela quiser que você fique sozinha, não fique. Lute contra ela, e NUNCA FAÇA O QUE ELA PEDIR".
Não sei se consigo ser mais forte de que eu mesma. Todas essas coisas que me fazem tanto mal sou eu. Está dentro de mim. Não tem como lutar contra mim, querendo que eu ganhe.
... Não tem como lutar com os meus pensamentos.

7 comentários:

♥~ Triste Espera disse...

ja tive uma conversa dessas tbmmm com a miinha mae e meu pai, eles pensavam que eu usava drogas..
ai não sei o que te dizer, eu to tao mal quanto vc, j anão tenho vontade de nada nem de viver. vacho que vc tem que ver se qr mudar ou nao, sei lahm eu quero muito ser feliz mas não consigo (só com fluoxetina) mas decidi parar de tomar os remedios, acho que vc deveria acreditar em Deus, desculpe se vc naõ gostar do que eu escrevi, mas foi de coração pensando no seu melhor, beijo da triste espera

♥~ Triste Espera disse...

tem como vc me mandar abzurdah em espanhol?
nesse email. tristeespera@hotmail.com
vou ficar agradecida
bjuss

Dama do Nada disse...

oxi
nao fique triste...e chore bastante sempre q precisar mesmo q sozinha..
ao menos em mim alivia um bocado..
e se vc bateu no menino e se sente mal peça desculpas afinal vc nao devia estar num dia bom :D
bjs

Anônimo disse...

minha querida, como eu te compreendo :/
olha, eu gostava imenso de falar contigo, li o blog e adorei mesmo! podes adicionar-me no msn por favor?
the-twiggy@hotmail.com

beijo grande e não desanimes sim? há imensa gente que se sente exatamente como tu e compreende o que estas a passar!

aninha disse...

oiii...tudu bem??
acompanho desde muito tempo o seu blog.. e axo vc uma inspiração.. alias... com quantos quilos vc tah agora??? bom, jah sou ana e mia há 2 anos, muito tempo de luta... e tenho varias dicas se quiser eu to sempre online tah?
bejin

Lizzy disse...

amoor,
eu não posso acreditar no que eu li... :/
eu falei que quando vc estivesse assim era pra vc falar comiiigo :~
sabe, esses dias atrás aconteceram tantas coisas que eu decidi que mesmo sendo a coisa mais dificil do mundo, eu vou ter que lutar contra isso... é uma coisa que vem me maxucando cada dia mais. e isso não pode continuar!!!!
sabe, eu não sei se vou conseguir mudar alguma coisa, mudar algumas pessoas, ou mudar um mundo. mais eu vou tentar pelo menos me mudar.
eu tbm pensava que Deus não mais existia pra mim, nesse dia orei com o maior descaso tipo assim: "Ah é? Você existe, então me prova porque eu não sei em que, ou em quem mais acreditar!" Nisso uma amiga minha que é da igreja me mandou esse vídeo:
http://www.youtube.com/watch?v=cyheJ480LYA
enquanto eu assistia, eu achava que NADA do que se passara comigo iria mostrar, afinal os "homens" acham isso uma babaquice! mais pelo contrario, eu vi minha vida ali, tudo o que mostra eu passei :~ e isso me fez ver muitas coisas... não digo que vc vai melhorar de uma hora pra outra. mais tenho certeza que se vc assistir esse vídeo, pelo menos alguma coisa vai ficar no seu coração como um consolo.
se nada disso te ajudar, por favor venha conversar comigo... eu ODEIO te ver mal princesinhaaaa! :~
EU TE AMO MUITO! ♥
bj :@

Nise disse...

Ei ei...
vou te falar uma coisa que eu tô enrolando pra contar lá no blog.
Aconteceu uma coisa no meu emprego no final do ano passado e isso me assustou muito. Desde então eu ando vendo e ouvindo coisas. Sempre fui descrente de tudo isso, mesmo com uma familia super crente-fanatica.
Na semana passada eu estava voltando sozinha pra casa, é uma descida interminavel a rua, e cheia de arvores. Tava de noite. Eu fiquei com MUITO medo de uma coisa que eu não sei o que é. Acelerei pra chegar logo em casa, do nada surgiu uma pessoa na minha frente, eu brequei com os freios da frente e cai da moto. Não tinha ninguém lá, eu estava completamente sozinha na rua.
Cheguei na conclusão de que tô com um probleminha. Hoje ia ser o meu ultimo dia de terapia, mas não vou. Sinto que não preciso mais.

Sei lá se isso te ajuda em alguma coisa, espero que sim. Pelo menos pra mim, prefiro sempre ouvir a opniao das pessoas e principalmente de alguem que tenha passado por algo parecido.
Se você achar que ajuda, procura um profissional. A mim ajudou, valeu muito a pena

Espero mesmo que voce fique bem e saia dessa angustia toda.

Um super beijo.

(deniseatoa@hotmail.com me add aí se quiser conversar, tô sempre on até umas 18h)